Seminário Barbara Freitag

Foto Barbara Freitag

Assista no Canal do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade de Brasília – UnB:

23

NOV

10h00 — 10h15

Mesa de abertura

Coordenação: Eliane Veras (UFPE)

– Adriana Rouanet (Instituto Rouanet)

– Arthur Trindade (Diretoria ICS – UnB)

– Fabrício Neves (Chefia Departamento de Sociologia – UnB)

10h15 — 10h45

Conferência

Barbara Freitag:

“Os viajantes alemães: Spix e Martius e sua visita há 200 anos ao interior brasileiro”

10h45 – 13h00

Mesa 1 | Itinerâncias

Coordenação: Maria Salete Kern Machado (UnB)

Capitais migrantes e poderes peregrinos: o caso do Rio de Janeiro
– Wilson Levy (Uninove)

Viajando com Langsdorff
– Angélica Madeira (UnB)

Uma expedição delirante
– João Almino (Escritor, diplomata e membro da ABL)

24

NOV

10h00 – 12h00

mesa 2 | educação

Coordenação: Eliane Veras (UFPE)

Barbara Freitag: Educação e Modernidade
– Cristovam Buarque (UnB)

Professora Barbara: narrativa de uma aluna
– Cristina Frutuoso (UFPR)

Estado, Escola e Sociedade
– Fernanda Sobral (UnB – SBPC)

25

NOV

10h00 – 12h00

mesa 3 | Filosofia e sociologia

Coordenação: Wilson Levy (Uninove)

Florestan Fernandes e o desenvolvimento socioeconômico
– Diogo Valença de Azevedo Costa (UFRB)

Espaço público, esfera pública e opinião pública hoje
– Luiz Martins (UnB)

Itinerários de Antígona: a questão da moralidade
– Luiz Paulo Rouanet (UFSJ)

Antígona: heroína da ética
– Renato Janine Ribeiro (USP – SBPC)

26

NOV

10h00 – 13h00

Mesa 4 | Teoria crítica: diálogos Barbara Freitag e Sergio Paulo Rouanet

Coordenação: Lore Fortes (UFRN)

Teoria crítica: ontem e hoje
– Maria Francisca Pinheiro Coelho (UnB)

Dialogando com Jürgen Habermas
– Stefan Klein (UnB)

Psicanálise e Sociedade
– Mirta Zbrun (Psicanalista)

Lançamento do Instituto Rouanet

Adriana Rouanet e Barbara Freitag (Instituto Rouanet)

conheça os palestrantes

Angélica Madeira (UnB)

Angelica Madeira é doutora em Ciências da Linguagem pela Universidade de Paris VII, professora aposentada e pesquisadora da Universidade de Brasília e professora do Instituto Rio Branco MRE.

Publicou Livro dos Náufragos e, como resultado da pesquisa em parceria com Barbara Freitag publicou Itinerância dos Artistas, ambos pela editora da UnB.

Publicou Descobertas do Brasil e pela Paz e Terra, Leituras Brasileiras, co autoria com Mariza Veloso.

Atualmente prepara um livro sobre a obra de Lima Barreto.

Diogo Valença de Azevedo Costa (UFRB)

Diogo Valença de Azevedo Costa é sociólogo e professor Associado da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

Desenvolveu Estágio Pós-Doutoral na Universidade Federal de Pernambuco e no Centro de Estudos Africanos da Universidade de Basileia.

Entre suas produções, destacam-se:

  • Florestan Fernandes: trajetória, memórias e dilemas do Brasil, 2021;
  • As ciências sociais e a contrarrevolução permanente: o papel dos intelectuais na visão de Florestan Fernandes, Revista Agenda Política, 2021;
  • Nun; Costa; Marín, Entrevista a José Nun: un intelectual público, Novos Olhares Sociais, 2020. Homenagem a Florestan: uma sociologia do impossível, Novos Olhares Sociais, 2020.
  • Costa; Bomfim, O papel político do sociólogo na América Latina: diálogos entre Fals Borda e Florestan Fernandes, Estudos de Sociologia, 2020 (Dossiê Florestan Fernandes, 100 anos).
  • Höllinger; Costa, Soziologie in Brasilien, Kölner Zeitschrift für Soziologie und Sozialpsychologie, 2020.
Eliane Veras Soares (UFPE)

Eliane Veras Soares é doutora em sociologia pela UnB.

Professora Titular da UFPE, atuando no Departamento de Sociologia e no Programa de Pós-graduação em Sociologia.

Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Pensamento Social no Brasil e em Literatura nos países africanos de língua portuguesa.

Líder do Grupo de Pesquisa Sociedade Brasileira Contemporânea: Cultura, Democracia e Pensamento social. Fundadora do Instituto de Estudos da África (CEA-IEAf-UFPE).

Publicações em destaque:

  • Florestan Fernandes: trajetória, memória e dilemas do Brasil (2021), com Diogo V. A, Costa;
  • Literatura, pensamento social e movimento de mulheres: um mosaico moçambicano (2019), com Remo Mutzenberg;
  • Florestan Fernandes, o militante solitário (1997).
Fabrício Neves (UnB)

Fabrício Neves é professor e, atualmente, Chefe do Departamento de Sociologia da UnB.

Foi coordenador do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade de Brasília (UnB). Na mesma universidade foi tutor do PET-Sociologia.

Também foi editor adjunto e editor chefe da Revista Sociedade & Estado.

Tem experiência na área de Sociologia da ciência, do conhecimento, sociologia ambiental e teoria social com ênfase em teoria dos sistemas sociais.

Atua principalmente nos seguintes temas:

  • Produção do conhecimento e diferença centro/periferia;
  • tecnologia e sociedade;
  • hierarquias científicas;
  • internacionalização da ciência.

É o atual presidente da Associação Brasileira de Estudos das Ciências e das Tecnologias (ESOCITE.Br). Bolsista de produtividade CNPq. Entre suas produções, destacam-se:
NEVES, F. M.. Collyer, Fran; Connell, Raewyn; Maia, João; Morell, Robert (2019), Knowledge and Global Power: Making New Sciences in the South. REVISTA CRÍTICA DE CIÊNCIAS SOCIAIS, 2020;  RODRIGUES, L. P. ; NEVES, F. M. . A sociologia de Niklas Luhmann. Ed. Vozes, 2017; NEVES, F. M.. Bíos e Techné: estudo sobre a construção dos sistemas de biotecnologia periférico. Editora UnB, 2015.

Fernanda Sobral (UnB — SBPC)

 

Fernanda A. da F. Sobral é professora emérita da UnB com atuação no Departamento de Sociologia.  É  também vice presidente da SBPC (biênio 2018-2020 e 2019-2021).

Tem Doutorado em Sociologia na UnB e realizou pós-doutoramento em Paris na École das Hautes Études em Sciences Sociales, entre 1989 e 1990.

Foi professora convidada na Universidade de Québec, em Montreal, nas sessões de verão em 2000 e 2003.

Foi pesquisadora visitante do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) no período de 2009 a 2011.

Foi Secretária Executiva da Sociedade Brasileira de Sociologia no biênio 96-97, Membro do Comitê Assessor de Ciências Sociais no CNPQ (1998-2000), do Conselho Superior da FAP-DF nos períodos de 2007-2010 e de 2014-2018, Diretora de Pesquisa na UnB no ano de 2016, Conselheira da SBPC em dois períodos (2005 - 2007) e (2015-2019), membro do Conselho Consultivo da FINEP (2016 -2018), do Conselho Superior da Capes (2018-2020) e do Conselho da ESOCITE (2019-2021). 

Tem pesquisas e publicações nos seguintes temas: educação, tecnologia, ciência, universidade e pesquisa.

João Almino (Escritor, diplomata e membro da ABL)

João Almino nasceu em Mossoró, RN. Diplomata e um dos nomes mais importantes, na atualidade, da literatura nacional, tem sido aclamado pela crítica pelos romances:

  • Ideias para onde passar o fim do mundo (indicado ao Jabuti)
  • Samba-enredo
  • As cinco estações do amor (Prêmio Casa de las Américas)
  • O livro das emoções (indicado ao Portugal Telecom)
  • Cidade livre (Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon; finalista do Jabuti e do Portugal Telecom)
  • Enigmas da primavera (finalista do Prêmio Rio e do Prêmio São Paulo de Literatura)
  • Entre facas, algodão

Alguns desses romances foram publicados, entre outros, na Argentina, Espanha, EUA, França, Holanda, Itália e México.

Seus escritos de filosofia política são referência para os estudiosos do autoritarismo.

Também autor de ensaios literários, doutorou-se em Paris, orientado por Claude Lefort.

Ensinou na UNAM (México), UnB, Instituto Rio Branco, Berkeley, Stanford e Universidade de Chicago.

É membro da Academia Brasileira de Letras.

Lore Fortes (UFRN)

Lore Fortes, graduada em Ciências Sociais (UFPR), mestre em Planejamento Urbano e Regional (UFRGS), doutora em Sociologia (UnB) e Pós-doutorado no CSIC-Espanha.

Professora aposentada, continua atuando como professora permanente do PPGCS/UFRN.

Coordena o Grupo de Pesquisa Saúde, Gênero, Trabalho e Meio Ambiente e o Núcleo de Estudos Sociológicos sobre Covid19.

Co-editora da Revista Cronos (PPGCSUFRN).

 
Luiz Paulo Rouanet (UFSJ)

Luiz Paulo Rouanet é Doutor em Filosofia pela USP (2000).

Realizou pós-doutorado na UNICAMP, com o tema “Filosofia da natureza de Kant”, e na UFMG (2018-2019), com o tema “Novo estudo sobre o ser em Parmênides”.

É Professor Associado I da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Professor do Departamento de Filosofia e Métodos da UFSJ.

Publicou Rawls e o enigma da justiça (2002) e Paz, justiça e tolerância no mundo contemporâneo (2010).

Organizou, com outros autores, as coletâneas Razão mínima (2004), Rouanet 80 anos (2014), Ética e direitos dos animais (2016) e Democracia e representação (2021), entre outras.

É tradutor profissional, com dezenas de livros publicados.

É membro do GT-Filosofia e Direito da ANPOF e da Sociedade Platônica Internacional. Atual

Coordenador do PPFGIL-UFSJ.

Maria Salete Kern Machado (UnB)

 

Maria Salete Kern Machado é socióloga , graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com mestrado em Sociologia pela Universidade de Brasília(UnB) , doutorado em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP) e pós doutorado pela École des Hautes Etudes en Sciences Sociales em Paris.

Professora  do Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília (UnB) no período de 1989-2004, Professora colaboradora do Programa de Pós Graduação em Direitos Humanos(UnB) atua, principalmente, na área da Sociologia Urbana e Literatura com ênfase em temas como cultura, cultura urbana, cidades, literatura, cidadania e políticas sociais.

Adriana Rouanet (Instituto Rouanet)

Adriana Rouanet atua como produtora cultural e de audiovisual no Reino Unido e no Brasil.

Fundou a produtora Colibri Cultural em 2008 em Londres para desenvolver projetos de relevância internacional na indústria cultural e audiovisual e para criar pontes entre diversas culturas e disciplinas.

Foi curadora de 9 festivais de cinema brasileiro na Inglaterra, em centros culturais como o Barbican Centre, Curzon Cinema e Rich Mix, e tem 8 projetos de audiovisual ativos, dentre eles “Tarsila” (uma co-produção de ficção entre Brasil-Reino Unido com direção de Daniela Thomas) e “Rouanet: cidadão do mundo”, (um filme para a Arte1-Bandeirantes que irá dirigir sobre seu pai, o diplomata e intelectual Sergio Paulo Rouanet.)

Recentemente co-produziu o filme Salamandra, dirigido por Alex Carvalho, que foi selecionado para a Semana Internacional da Critica de Veneza de 2021.

Em 2014 organizou, também com Wilson Levy, o “Simpósio Rouanet 80 Anos”, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, a Universidade Cândido Mendes e a Academia Brasileira de Letras.

Arthur Trindade (ICS – UnB)

Possui mestrado em Ciência Política (Universidade de Brasília, 1998);

Doutorado em Sociologia (Universidade de Brasília / Columbia University - EUA, 2003).

Foi professor visitante na Universidade Federal do Rio de Janeiro (2017) e na University of Cambridge (2019).

Atualmente é Diretor do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Brasília, Coordenador do Núcleo de Estudos sobre Violência e Segurança (NEVIS/UnB) e Conselheiro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Tem pesquisado e publicado trabalhos sobre violência urbana, polícias, segurança pública, democracia e cidadania.

Foi editor da revista Sociedade e Estado e da Revista Brasileira de Segurança Pública.

Foi Secretário de Segurança Pública do Distrito Federal.

Cristina Frutuoso Teixeira (UFPR)

Cristina Frutuoso Teixeira

Socióloga, Mestre em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília e Doutora em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade do Paraná, onde atua como professora no Programa de Pós-graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento – PPGMADE e no Setor de Educação. 

Suas principais áreas de atuação são a sociologia ambiental e a ecologia política, com ênfase em estudos interdisciplinares sobre os temas: desenvolvimento e meio ambiente, desigualdade e injustiça ambiental, resistências e alternativas sistêmicas e educação ambiental.

Atua em pesquisa sobretudo na zona costeira da região sul do Brasil.

Cristovam Buarque (UnB)

Cristovam Buarque é Pernambucano, formado em Engenharia Mecânica na UFPE, 1966, Doutor em Economia pela Universidade de Paris-Sorbonne I, 1973. Foi funcionário do BID - Banco Interamericano de Desenvolvimento - 1973-1979, no Equador, Honduras e Estados Unidos.

Foi professor na Universidade de Brasília, a partir de 1979 até sua aposentadoria em 2014, onde foi Reitor, 1985-1989, e é Professor Emérito.

Foi governador do DF, 1995-1999. Senador pelo DF, 2003-2019. Ministro da Educação durante o ano de 2003. Candidato a Presidente, em 2006.

É autor de dezenas de livros. Entre os mais recentes estão: “Por que Falhamos: Brasil 1992-2018” , 2020; “Fotos de Conversas: Fernando Henrique Cardoso e Cristovam Buarque”, 2021.

Foi consultor de diversos organismos internacionais e fez parte do Grupo dos 15 que entre 2020 e 2021 elaboraram a proposta sobre “O Futuro da Educação no Mundo”, para a Unesco, lançada em 10.11.21 em Paris.

Desde os anos 70 é amigo e admirador de Sérgio Paulo Rouanet e Barbara Freitag.

Maria Francisca Pinheiro Coelho (Unb)

 

Maria Francisca Pinheiro Coelho é socióloga, professora titular do Departamento de Sociologia, Universidade de Brasília.

Graduação em Ciências Sociais, Universidade Federal do Ceará (1974)

Mestrado em Sociologia, Universidade de Brasília (1978)

Doutorado em Sociologia, Universidade de Brasília (1991)

Pós-doutorado na New School for Social Research, Nova York (março/1994-janeiro/1995), em Hannah Arendt, supervisão de Richard Bernstein

Pós-doutorado na Freie Universität, Berlim (abril/2018-julho/2019), em Hannah Arendt e Walter Benjamin, supervisão do Professor Wolfgang Heuer.

Livros publicados:

  • O público-privado na Educação Brasileira: o conflito na Constituinte (1987-1988), em 2021;
  • A esfera da política (2017);
  • José Genoino: escolhas políticas (2007), vencedor do Prêmio de Ensaio Social, Biblioteca Nacional;
  • Itinerários de Barbara Freitag, com Sergio Paulo Rouanet e Nair Bicalho de Sousa (2005);
  • Política, ciência e cultura em Max Weber, com Lourdes Bandeira e Marilde Loiola de Menezes (2000);
  • Política e valores, com Caetano Ernesto Araújo, Eurico Cursino dos Santos, Jessé Souza (2000);
  • Marx morreu: Viva Marx!, com Barbara Freitag, (1993).
Mirta Zbrun (Psicanalista)

 

Mirta Ana Zbrun é psicanalista, argentina, radicada no Brasil (1977) onde realiza sua prática clínica.

Fez sua formação entre Rio de Janeiro, Buenos Aires e Paris.

Possui Professorado em Filosofia e Licenciatura em Psicologia pela Universidade Nacional de Córdoba (Argentina).

Mestrado e Doutorado em Teoria Psicanalítica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (1992) e (2007).

É Membro da Escola Brasileira de Psicanálise (EBP), da Escola da Orientação Lacaniana (Buenos Aires) e da Associação Mundial de Psicanálise (Paris) desde (1992).

Diretora do Centro Lacaniano de Atendimento e Consultas - RJ. (2003-2020).

Autora dos livros Lacan e o campo do gozo (Revinter, 1999) e de A formação do analista (KBR, 2014).

Publicou inúmeros artigos em revistas brasileiras como Opção lacaniana, Latusa e em revistas estrangeiras como La lettre mensuelle (Paris), Analítica del Litoral (Argentina).

Organizou para EBP os livros Biblio Especial Referências dos Seminários de Lacan.

Renato Janine Ribeiro (USP – SBPC)

 

Renato Janine Ribeiro é presidente da SBPC - Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - desde julho de 2021, com mandato até 2023.

Desde 1994, é professor titular da Universidade de São Paulo, na disciplina de Ética e Filosofia Política.

Foi Ministro de Estado da Educação, de 6 de abril a 5 de outubro de 2015.

Em 2016 se tornou Professor Honorário do Instituto de Estudos Avançados da USP.

É pesquisador sênior do CNPq e professor sênior da Universidade de São Paulo.

É acadêmico emérito da Academia Paulista de Direito.

Foi professor visitante na UNIFESP, entre 2018 e 2020, onde criou, em 2019, o Instituto de Estudos Avançados e Convergentes (IEAC-UNIFESP), do qual foi o primeiro presidente, entre novembro de 2019 e fevereiro de 2020.

Formou-se em Filosofia pela USP em 1971 e defendeu seu mestrado na Université de Paris-I, Panthéon-Sorbonne, em 1973.

Concluiu o doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo em 1984. 

Stefan Klein (UnB)

 

Stefan Klein é professor associado do Departamento de Sociologia da UnB, graduado em Ciências Sociais, mestre e doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), tendo realizado doutorado sanduíche na Goethe-Universität em Frankfurt am Main (Alemanha), com apoio do DAAD.

Tem se dedicado a pesquisas na área da teoria sociológica, em especial envolvendo teoria crítica da sociedade, bem como à educação superior e às formas e modos de circulação do conhecimento.

Recentemente realizou pós-doutorado na Albert-Ludwigs-Universität Freiburg im Breisgau (Alemanha) com bolsa da Capes, e atualmente compartilha a tutoria do Programa de Educação Tutorial (PET) com o projeto Pensando e enfrentando a invisibilização de intelectuais negras e negros.

Tem orientado trabalhos de iniciação científica, mestrado e doutorado, além de publicar acerca dos temas mencionados acima. Coordena, ainda, o projeto de extensão Ciências Sociais nas Escolas.

Wilson Levy (Uninove)

 

Wilson Levy é advogado, doutor em Direito Urbanístico pela PUC-SP, com pós-doc em Urbanismo pela Mackenzie.

É diretor do programa de pós-graduação em Cidades Inteligentes e Sustentáveis da UNINOVE.

É membro das comissões de Direito Urbanístico e de Direito Notarial e Registral da OAB-SP.

É membro do Núcleo de Estudos Urbanos da Associação Comercial de São Paulo.

É conselheiro do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (CONPRESP).

É colunista do portal UOL.